Dermolipectomia Braquial ou Blaquioplastia ou Lifting de braço

A prática de exercícios regulares e direcionados aos músculos da parte posterior dos braços melhora bastante seu aspecto estético. Mas se a paciente não tiver o costume de praticar atividades físicas, a tendência a acumular gordura, associada com flacidez e perda muscular, serão acentuadas. A flacidez desta região afeta em geral mulheres a partir dos 45 anos. Em casos já acentuados, os exercícios não irão resolver e aí a cirurgia plástica é a única opção para melhorar a aparência estética.

Dependendo do tipo de alteração presente nos braços, é indicada uma determinada técnica cirúrgica. Em pacientes com aumento da circunferência devido ao acúmulo de gordura, a lipoaspiração oferece ótimos resultados. Nestes casos, o tratamento pode ser realizado em duas etapas, onde primeiramente há a redução dos depósitos de gordura, estimulando a retração da pele para diminuir a flacidez. Passados alguns meses, a flacidez de pele é corrigida através de técnicas que utilizam incisões reduzidas ao longo do sulco da axila ou no sulco da face interna do braço.

Nas pacientes com flacidez acentuada e com mais idade, os melhores resultados são obtidos empregando o lifting, que consiste na retirada dos excessos de pele através de uma incisão ao longo do sulco da face interna do braço. A ocorrência de cicatrizes, que poderão ir do cotovelo até as axilas, é comum e decorre do intenso movimento ocasionado pela contração dos músculos durante a execução das tarefas do cotidiano.

As intervenções podem ser feitas com anestesia local ou geral e o período de internação é de 24 horas. A cirurgia dura por volta de duas horas.

Alguns cuidados pós-cirúrgicos devem ser observados, como o uso de cinta para sustentar os braços e utilização de cremes nas cicatrizes. Se a paciente fez lipoaspiração, está liberada para atividades normais após dez dias. No caso da braquioplastia, isolada ou associada à lipo, só depois de 20 dias.