Lifting Facial

É natural a pele perder a elasticidade e apresentar sinais de envelhecimento com o passar dos anos. Um efeito sem dúvida indesejado, que se reflete principalmente no rosto, através das rugas, queda das sobrancelhas e bochechas, excesso de pele ao redor dos olhos e evidência do sulco entre nariz e boca.

Sejam causados pelos efeitos da gravidade, exposição aos raios solares, estresse ou a própria idade, esses sinais, quando muito evidentes e, consequentemente, incômodos, têm como ser amenizados com um lifting facial, um dos procedimentos mais populares e hoje avançados na cirurgia plástica.
O lifting compreende a elevação do terço médio e inferior da face e também do pescoço, onde as estruturas profundas serão reposicionadas e o excesso de pele ressecado. O volume é restaurado e a harmonia reconquistada, rejuvenescendo e melhorando a autoestima do paciente.

Não há uma idade pré-estabelecida para a realização de um lifting, mesmo porque atualmente há inúmeros tratamentos não cirúrgicos que previnem e tratam a flacidez facial. Podemos dizer que entre 40 e 60 anos é um período passível de realização da cirurgia. Em relação a contraindicações, são as mesmas para qualquer outro tipo de cirurgia, ou seja, condições clínicas. Porém, há grandes restrições a pacientes fumantes, que podem apresentar dificuldades com a cicatrização: a nicotina diminui o fluxo de sangue até a pele.

Sob anestesia local com sedação ou geral, o procedimento pode durar de duas a seis horas, dependendo de sua extensão – se inclui testa, pálpebras e pescoço – e da técnica utilizada. Por isso, a internação também pode variar entre 12 a 24 horas.

A remoção dos pontos das pálpebras acontece de três a cinco dias e dos da face, pescoço e couro cabeludo, entre cinco e 15 dias. Os primeiros resultados podem ser percebidos após dez a 16 dias e, após três meses, chega-se a um resultado definitivo.

O paciente deve estar atento às recomendações do pós-operatório, importantíssimas para uma plena recuperação e um bom resultado. Logo nas primeiras semanas deve-se evitar falar, fazer esforço físico, usar secador de cabelos e dirigir. Evitar a exposição ao sol por três meses após a cirurgia, usar bloqueador solar, cremes específicos para estimular síntese de colágeno e renovação celular e clareadores são outras recomendações válidas.